Stress

Um sentimento ou situação que excede a nossa capacidade de enfrentar e é prejudicial, opressora ou ameaçadora. Os sintomas podem incluir: fadiga crónica, irritabilidade, humor deprimido, preocupação não específica, mudanças na alimentação ou no sono ou queixas físicas / médicas sem doença médica diagnosticada.

Todos temos problemas e desafios – é uma parte normal da vida quotidiana, mas quando os problemas perduram e vivem constantemente na mente, o corpo começa a esgotar os seus recursos e surgem sinais de stress nocivo crónico. Os estudos científicos mostram que a mente e o corpo têm dificuldade em distinguir entre o tipo de stress causado por um perigo real (como, por exemplo, um incêndio) e o perigo imaginado (as exigências do chefe).

Os nossos corpos são incríveis. Quando estamos stressados, eles libertam hormonas que nos ajudam a lidar com os problemas de forma mais eficaz. As hormonas e neutrotransmissores são libertados para aumentar a frequência cardíaca e a pressão arterial, aumentar o fluxo sanguíneo para os músculos e diminuir o fluxo sanguíneo para os órgãos (o que afeta a digestão, entre outras coisas). O cérebro recebe maior fluxo sanguíneo, o que ajuda no estado de alerta e capacidade de reação. Essa estratégia é incrivelmente eficaz para nos ajudar a descobrir o que fazer com o stressor e livrar-nos dele para que possamos voltar ao funcionamento normal.

Mas os nossos corpos não podem sustentar este nível elevado de funcionamento por um longo período de tempo. Depois de um certo tempo, o corpo fica esgotado e sem energia, o que pode resultar em qualquer sintoma, desde dores de cabeça a insónia, a distúrbios mais graves, como enfartes e acidentes vasculares cerebrais.

 

Que tipos de sinais ou sintomas estão associados ao stress crónico?

  • Queixas físicas em que a doença médica foi descartada ou discutida como apenas parte do problema (como problemas gastrointestinais, dores de cabeça / enxaquecas, dores nas costas, cãibras, tiques)
  • Isolamento social e evitamentos
  • Aumento do uso de drogas ou álcool
  • Mudanças nos hábitos alimentares e peso
  • Mudanças nos hábitos de sono
  • Fadiga crónica
  • Irritabilidade
  • Náusea
  • Choro fácil
  • Humor deprimido ou tristeza
  • Ansiedade ou preocupação inespecífica

 

Que tipo de condições estão associadas ao stress crónico?

A lista é realmente infinita, mas algumas das condições mais comuns associadas ao stress prolongado e prejudicial à saúde incluem:

  • Ansiedade
  • Acne
  • Mudanças no apetite
  • Dor crónica
  • Depressão
  • Diabetes
  • Constipações frequentes
  • Problemas gastrointestinais
  • Dores de cabeça / enxaqueca
  • Enfarte do miocárdio
  • Hipertensão
  • Síndrome do intestino irritável
  • Doenças de pele
  • Úlceras
  • Doenças respiratórias
  • Disfunção sexual

Se tem uma situação stressante na sua vida e identifica alguns destes sinais ou sintomas, então está na altura de tomar medidas intencionais para reduzir o stress e desenvolver ferramentas para apoiar o seu corpo e mente.

Agende a sua avaliação e comece o tratamento com um dos nossos especialistas.